quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Tartarugas até lá embaixo - John Green


Sinopse do Skoob: "Depois de seis anos, milhões de livros vendidos, dois filmes de sucesso e uma legião de fãs apaixonados ao redor do mundo, John Green, autor do inesquecível A culpa é das estrelas, lança o mais pessoal de todos os seus romances: Tartarugas até lá embaixo.

A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)."


Ganhei o livro faz um tempinho e era o único não lido dos livros do John Green. São sempre histórias que te despertam muitos sentimentos, nunca são vazias

Tartarugas até lá embaixo conta a história de Aza Holmes, uma jovem que mora em Indianápolis e tem TOC, Transtorno Obssessivo-Compulsivo. Não sei muito sobre isso, mas sei que existem vários tipos e níveis, e Aza tem problemas com bactérias. Sempre passa na cabeça dela que ela vai pegar uma infecção e morrer. É como se ela não pudesse controlar os próprios pensamentos, sendo tomada por uma ansiedade e medo de microrganismos. 

Tudo começa quando Russel Pickett desaparece. Ele é pai de Davis Picket, amigo antigo de Aza, onde se conheceram em um acampamento. O prêmio para quem encontrar Pickett é de 100 mil dólares, e isso logo desperta o interesse de Daisy, a BFF de Aza. Elas começam então a investigar o sumiço do milionário, e Daisy induz Aza a se reaproximar de Davis, que é também um amor antigo.  

O problema é que Davis não se dava lá muito bem com o pai, então aí tem treta. E depois a história toda se desenrola nessa busca maluca (hehe).


Eu gosto muito do assunto bactérias, vivo pensando que uma viram duas, duas viram quatro, quatro viram oito, e por aí vai... Aza tem muito medo de ser infectada com Clostridium difficile, a C. diff, e quando começa a pensar nisso, sua mente já entra em espirais, e ela já sente os sintomas causados pela infecção. Aza se considera maluca muitas vezes por causa disso. Constantemente reabre um corte no dedo, e imagina que está infectado, então ela precisa sair correndo e limpar o corte, refazer o curativo... isso acontece muitas vezes durante o livro e também a prejudica em algumas situações, como na hora de beijar um garoto (quantas bactérias são trocadas ali???). 

Foi interessante poder entrar nos pensamentos de Aza, ver suas reações e assim também é possível compreender um pouco como a mente dela funciona e como poderíamos ajudá-la, caso também fôssemos um personagem do livro. Ou na vida real, como podemos ajudar algum conhecido com TOC?? Às vezes a gente não pensa no lado do sofrimento da pessoa, ela não consegue controlar alguns pensamentos e isso pode se tornar uma bola de neve. Por isso devemos sempre ser compreensivos :)

Gostei muito do livro porque te faz entrar na cabeça de uma pessoa com TOC, até pude me identificar um pouco com ela, e sempre gosto quando envolve bactérias (me julguem). O livro é rápido e fácil de ler, o final não é espetacular, mas envolvente o suficiente pra fazer valer a leitura.

Tem algumas referências à Star Wars, pois Daisy escreve fanfics sobre a série. Ah, outra coisa que gosto muito é na parte em que o autor cita o nome do livro no meio da história e explica o porquê dele <3

*******

Páginas: 272
Ano de lançamento: 2017
Editora: Intrínseca
Título original: "Turtles all the way down"
Tem filme? - Não
Tem ou é uma sequência? - Não




segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Pó Compacto da Panvel - como contorno!


Depois do Raio-Kim-Kardashiantizador, o contorno está muito em alta. Gosto das versões em pó, que dá uma cara de saúde e make de salão, sem pesar demais. Sempre ouvia a Cool Marina falando dos pós compactos da Panvel para usar como contorno, e resolvi comprar pra usar na formatura.


Optei pela cor 06 Bege Chocolate, a mais escura de todas (total de 6 tons). Acho que dei uma exagerada, mas a cor é boa porque não é quente demais. Também não é fria, mas serve. Ele é bem fininho e dá pra espalhar bem. Inclusive, se não esfumar, fica bem chinelada na cara. Ou seja, valeu a pena porque contorno tem que aparecer mesmo hahaha


A pigmentação dele é boa, dá pra ver bem no rosto e tem que cuidar pra não exagerar. O efeito fica bem bonito :)
 


Estava custando R$ 16,99 no site.


A única foto que tenho dele é essa, ignorem a cara de nojo de "será que está focando?". Olhando agora, acho até que fui muito humilde, porque na foto sempre some um pouco. Gostei bastante da qualidade dele e o preço é bem acessível. O bom é que dura muuuito porque pra contorno se usa pouco. O que fica devendo é que, se pra mim que uso o pó compacto 01 pra pele, o contorno ficou bom, pra quem tiver a pele mais escura ele vai sumir, e esse é o tom mais escuro de todos, então a gama de cores não deve atender a todas :/ mas vamos torcer pra depois ter mais opções né? :)


Finalizando com aviso de férias! Vou tirar uns diazinhos sem a obrigação de ter que postar por aqui, pretendo dar um tchibum no mar e ajeitar as coisas pra formatura e voltar em breve! Até mais pessoal :) Beijosss *-*

 

quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Caneta Delineadora, da Panvel


Encontrar o delineador perfeito é um saco! Vivo testando mil, mas nunca me adapto. Até que uma amiga me indicou esse da Panvel e achei o que estava procurando <3

Ele é em caneta, o que considero o melhor tipo. A ponta parece um pincelzinho, macio mas ao mesmo tempo firme pra fazer o traçado. E bem fino! Dá pra chegar bem perto da raiz dos cílios e, com paciência, fazer um traço bem fino e rente.

Aliás, os delineadores em caneta acho que são o tipo mais fácil pra traçar no olho, o produto já sai na medida e a caneta é anatômica.


Só reclamo de uma coisa: ali diz que é à prova d'água. Mas não achei! Ele dura bastante, sim, mas sai com água. Não achei um ponto fraco, mas não concordo. Ah, e a tampinha não encaixa na base da caneta affff.

Vem com 2 mL e paguei R$ 27,99.
 


A única foto que tenho dele nos olhos é essa, mas acho que dá pra ver bem né? 
 

Eu gostei muuuuito! Só não sei quanto tempo o produto dura na embalagem. Sempre guardo deitado. Uma amiga disse que usa direto desde maio e ainda tem, então vale a pena. Não dos baratinhos que se encontram por dez reais no centro da cidade, mas com certeza vale o investimento. 


Confira outros posts sobre delineador!

Delineador Líquido da Mia Make (Gosto desse, mas no início era líquido demais e manchava. O preço é bom!)

Delineador em Gel, da Luisance (Gosto da durabilidade dele, mas precisa ter o pincel certo pro traço ficar fino)

Caneta Delineadora, da Belle Angel (A caneta é boa e barata, porém a ponta mais grossa e o conteúdo da embalagem seca rápido - não valeu o investimento)

Delineadores com pincel e Delineador Líquido da Luisance (Falo sobre usar rímel+pincel como delineador, e sobre o líquido da Luisance, que é barato porém craquela demais)


segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

O poder dos cílios postiços



 Eu não dava muito valor pra cílios postiços, achava super exagerado e tal... até usar! Agora acho indispensável na maquiagem pra ficar com cara de bem feita, pra festas. Vamos conversar um pouco sobre eles??

Primeiro comprei esse mini kit com um par de cílios e uma cola, que não tive coragem de usar. Foi bom pra testar colocar, porque não é muito fácil. Tem que ficar bem grudadinho nos cílios naturais, e do tamanho certo do olho. Esse, em particular, é feito de um material muito sintético, não fica bonito, só pra fotos de longe e pra ter prática.
 
  
Depois comprei esse trio maravilhoso na Riachuelo. Veio com 3 e custou R$ 15,90. O bom de ter vários modelos é poder se quer um olhar mais marcante e poderoso ou só um volume a mais. Os mais fininhos são bons pra se acostumar, já os mais bagunçadinhos são bons pra dar mais volume e chamar mais atenção nos olhos.


Aqui algumas fotos de quando testei cílios postiços:





Dá uma super diferença né???

Agora, algumas dicas:

- Na hora de comprar: os valores ficam em torno de R$ 20, tem de várias marcas. Eu gosto bastante da Belliz. Outra coisa a se observar é o fiozinho que une os cílios, o ideal é que seja fino e transparente.

- Cuidado com o material dos cílios! Devem ser de qualidade e parecer ao máximo com os fios naturais.

- Quando comprar a cola: escolha uma de marca boa (vai que dê alergia, né?). Eu gosto da Macrilan, acho a durabilidade bem boa. Veio a cola e esse... pauzinho (??) pra ajudar a ajustar os cílios.

- Sobre a cor da cola: existe preta e branca. A branca às vezes fica marcada, contrastando com o delineador, depois que seca fica mais transparente e você pode disfarçar com o delineador por cima. E a preta já não tem esse problema, mas se os cílios escaparem pode manchar toda a maquiagem do olho.

  

- Antes de colar os cílios: meça o tamanho e corte no tamanho do seu olho, pra não ficar sobrando!

- Na hora de colar nos olhos: vá com calma e respire fundo. Passe uma boa quantidade de cola nos cílios,  e espere secar (dê uma assopradinha). Antes de pôr, passe rímel nos seus cílios. Daí aplique primeiro numa ponta dos olhos, depois vá colando o restante, com calma, e auxílio de uma pinça. Deixe todas pontinhas grudadas pra não ficar descolando conforme o tempo passa.

- Usar curvex nos cílios naturais também ajuda! Pra eles ficarem mais coladinhos. Da pra ver nas minhas fotos que os cílios ficaram separados dos naturais hehehe

- Pinça: de cílios ou normal? Comprei essa aplicadora de cílios, mas não curti muito. É boa pra passar a cola neles, mas depois pra aplicar não ajuda muito, prefiro a pinça normal. Ela chega mais perto do olho e empurra direitinho.



 - Dá pra usar mais de uma vez? Sim! Se estiverem inteiros e limpos. Depois de tirar, tem que higienizar. Eu passo um pouco de água micelar na base deles, e guardo de volta na caixinha. Se cuidar bem, dá pra usar vááárias vezes.

Bom, essas foram as minhas dicas de experiência própria! Sempre levo elas em consideração na hora de colocar ou adquirir cílios postiços. Espero que sejam úteis para vocês! <3

Agora, um vídeo da Bruna Malheiros sobre como colocar cílios postiços:




quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

BBlur Primer com Cor, da Tracta


Quem tem pele oleosa sabe como é sofrido fazer a maquiagem durar no verão. Venho testando bases, primers e fixadores há tempo pra achar algo que eu me adapte e tenha um preço bom.

  
Esse BBlur da Tracta é um primer com cor e efeito matte. Ele promete:
- Controlar a oleosidade;
- Suavizar a aparência dos poros dilatados.


Além disso, é oil free, indicado para todos os tipos de pele e possui cobertura natural. Ou seja, só maravilhas.


Testei ele uma vez na Renner e achei maravilhoso. Não sosseguei enquanto não comprei. Custou R$ 29,90 e foi o melhor que já testei. Tem em 3 cores (clara, média e escura). A cor não é perceptível, então a gama pequena acredito que não vá atrapalhar.

A textura é suuuper gostosa. Você espalha e fica um aspecto aveludado, uma delícia. Cobre bem os poros e linhas. A make parece que gruda na pele, e segura bem a oleosidade. Ele é bem firme, como podem ver na foto:


Usei na minha prova de togas e durou muuuito a make o dia todo. Não marca o bigode chinês, que me incomoda demais. O rosto fica com uma cara de saudável, sem ficar oleoso demais. Amei!!!

Aqui a cobertura, super leve!

A embalagem é de bisnaga (amo!) e vem com 30 g. O cheirinho é meio de vó, mas depois de passar a base, some. Foi o melhor primer que já testei <3

Conta aí nos comentários se já usou, se quer ou sua experiência com ele!